skip to Main Content
Rua Chuí, 147 - Paraíso - São Paulo - SP (11) 5572-7684 / (11) 99732-9272

Estiramento no pescoço

estiramento-no-pescocoPessoas envolvidas em acidentes de veículos motorizados ou que tiveram quedas em esportes de contato ou até mesmo dentro de casa podem sentir “a dor no pescoço”. Esta dor pode ser resultado do estiramento nos ligamentos ou músculos.
Os 7 ossos que formam seu pescoço são chamados vértebras cervicais. E estão conectadas uma a uma através de ligamentos os quais são bandas de tecido como se fossem bandas de borracha.
Um estiramento é o processo de esticamento ou rompimento dos ligamentos, resultante de um movimento repentino e brusco que cause o deslocamento extremo do pescoço. Por exemplo, na desaceleração brusca do carro durante uma batida, sua cabeça e seu pescoço podem ser impulsionados além dos limites tanto na direção para frente como para trás, dependendo de como ocorrer a batida.
Sintomas:
Dor, especialmente na parte de trás do pescoço, a qual piora com o movimento.
Dor que freqüentemente atingi uma intensidade maior após um ou mais dias, ao invés de  imediatamente
Prováveis espasmos musculares e dor na parte superior, ao redor dos ombros.
Dor de cabeça na parte de trás da cabeça
Dor de garganta
Irritabilidade aumentada, fadiga, dificuldade de dormir e dificuldade de concentração
Dormência nos braços e mãos
 Rigidez ou diminuição na amplitude dos movimentos (de um lado para o outro, para cima e para baixo e circular)
Formigamento ou fraqueza nos braços.
Tratamento:
Toda torção ou estiramento, não importa onde está localizado no corpo, recebem basicamente o mesmo tipo de tratamento. Normalmente, a torção no pescoço, como outros tipos de torções, gradativamente se curam, dado um tempo e tratamento apropriado. Você talvez tenha que usar um colar ao redor da coluna cervical o qual suportará o peso da cabeça e aliviará a pressão no pescoço fazendo com que os ligamentos tenha tempo para se recuperarem da lesão sofrida.
Analgésicos, tais como aspirinas, podem ajudar a reduzir a dor e eventual inchaço. Relaxantes musculares podem ajudar no caso de espasmos musculares. Você também pode aplicar uma bolsa gelada por um período de 15 a 30 minutos, diversas vezes ao dia no primeiro,segundo ou terceiro dia após a lesão. Isto irá ajudar a reduzir a inflamação e o desconforto.
Outras opções de tratamentos incluem:
Massagem suave sobre a área
Ultrasom
Tração cervical
Muitos dos sintomas podem ser resolvidos entre 4 ou 6 semanas. Lesões mais graves como as causadas em alguns acidentes de carro podem levar mais tempo para serem tratadas totalmente.
Para ter maiores informações sobre este assunto, clique aqui!
Lembre-se, apenas seu ortopedista é o médico com conhecimento e treinamento suficientes para diagnosticar tratamentos cirúrgicos ou não cirúrgicos no tratamento no sistema musculoesqueletal, incluindo ossos, juntas, ligamentos, tendões, músculos e nervos.

Fonte: American Academy of Orthopaedic Surgeons

Back To Top